A Vizinhança Colaborativa na rotina dos brasileiros

Entenda como a mudança no comportamento das pessoas em relação à tecnologia pode colaborar para uma comunidade mais segura e gerar boas oportunidades para sua empresa com o Videomonitoramento em Nuvem. 

Com os avanços da tecnologia, vamos criando alguns novos hábitos relacionados ao nosso conforto e controle. Entre eles, se destacam o tempo que acessamos diariamente todas as redes sociais. O anseio por ver o que está sendo compartilhado é comum em nosso dia a dia, não é mesmo?

Aqui caberia então um questionamento: por que não adicionar à rotina o costume de visualizar as câmeras instaladas na região onde moramos e trabalhamos? Não seria mais saudável converter essa curiosidade em segurança para o nosso lar e nossas famílias?

Vizinhança Colaborativa

A Vizinhança Colaborativa, ou ainda,  o monitoramento colaborativo, é uma excelente forma de juntar estas duas realidades aparentemente distintas :

Determinadas câmeras são instaladas de forma estratégica, a fim de cobrir as ruas e, o acesso das imagens é compartilhado com os moradores que compõem a vizinhança.

O monitoramento acontece através de um aplicativo para Smartphone com login/senha, por um preço acessível e recorrente (semelhante ao que acontece com o Netflix, Spotify e outros serviços de streaming, por exemplo).

Os moradores e comerciantes podem interagir entre si, compartilhando informações diretamente pelo aplicativo e, até mesmo enviar alertas em situações suspeitas, agindo de forma preventiva. 

O fato de estarmos sempre conectados a um Smartphone colabora para o sucesso da vizinhança colaborativa. Quanto maior o número de pessoas envolvidas, maior é a cobertura do monitoramento e mais protegida está a região monitorada. 

O videomonitoramento em nuvem desmistifica o acesso às câmeras de segurança e traz a ideia dessa nova rotina, em prol da sua segurança, bem-estar e tranquilidade.

vizinhanca-colaborativa-aplicativo

Cidades mais seguras

Em projetos maiores, o acesso ainda pode ser liberado para a Secretaria de Segurança Pública ou Prefeituras, ampliando ainda mais sua relevância na cidade (como no projeto City Câmeras, em São Paulo capital).

A colaboratividade coopera para uma cidade mais monitorada. Quanto maior o número de moradores engajados com a Vizinhança Colaborativa, maior a malha de câmeras na região.

Uma malha de câmeras pode representar uma economia exorbitante aos cofres públicos, além de melhorar a eficiência na investigação e prevenção de crimes por parte dos órgãos de segurança.

Em conversa com os profissionais da área de segurança da cidade de São Paulo, na Feira Internacional de Segurança – EXPOSEC, a maior parte das ocorrências não são mapeadas no local do sinistro, mas sim pelas redondezas, justamente pela falta de cobertura, onde apenas algumas poucas câmeras estão disponíveis.

Percebe como todos esses fatores podem colaborar para pôr sua empresa em evidência? Assim, você não só leva acessibilidade aos seus clientes como pode impactar o cenário de segurança de toda uma cidade.

O que acha de conhecer um pouco melhor esta oportunidade e conferir boas práticas desse mercado? O vídeo abaixo  pode te auxiliar a entender como atuar neste modelo de negócio.

Se você quer conhecer os desafios e a abordagem de clientes, consulte o Playbook de Vizinhança Colaborativa na aba “Kit de Marketing”, no CRM da sua plataforma de videomonitoramento.

Utilize esse material como uma referência para elaborar o seu projeto e garantir o seu sucesso atuando com Vizinhança Colaborativa!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *